Médica visita ‘BBB14’ após estupidez de Angela sobre aids

Uma conversa totalmente insana entre os brothers sobre aids levantou uma onda de revolta entre ONGs ligadas ao combate à doença e levou até o governo federal a se manifestar. Angela, a advogada paulista que se gaba por possuir sempre bons argumentos, soltou uma das maiores idiotices já ditas na história do BBB. A solução para acabar com a contaminação pelo vírus HIV, segundo ela, é uma só: “Vamos matar todo mundo (os infectados)“.

A péssima repercussão da história levou o diretor Boninho a chamar uma especialista no assunto para dar uma verdadeira palestra aos confinados nesta quinta-feira. Angela não foi a única a mostrar total ignorância sobre o assunto, apesar de ter dito o mais grave. Cássio chegou a afirmar que um soropositivo não vive mais do que 40 anos. A intenção do Big Boss, além de levar um mínimo de conhecimento à casa, foi também buscar uma forma de retratação.

A infectologista convidada deu as informações básicas sobre a doença – como a necessidade do uso de camisinha nas relações sexuais para evitar a contaminação – e tirou dúvidas. Ela também falou sobre outras doenças sexualmente transmissíveis. Em nenhum momento foi revelado o real motivo da visita, mas vestindo bem a carapuça, Angela questionou: “Será que a gente falou alguma besteira?”.

Governo federal – Sim, uma besteira tamanha que levou o Ministério da Saúde a emitir uma nota criticando o programa. “O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais lamenta a forma preconceituosa e desinformada como a aids foi tratada pelos participantes do BBB14, da Rede Globo. O Brasil, que tem um compromisso histórico na luta contra a aids pautado no direito ao acesso universal aos serviços de saúde e nos direitos humanos, não pode tolerar o ataque às pessoas vivendo com HIV”, disse o órgão.

O documento, divulgado na quarta-feira, ainda pedia que a questão da prevenção fosse colocada em pauta pela produção do programa “de uma forma adequada para que possa prestar um serviço de utilidade pública”, tanto aos telespectadores como aos próprios participantes. “Dessa forma, lamentamos o episódio que foi ao ar no dia 14 de março, ao tempo em que nos colocamos à disposição para ajudar no esclarecimento das dúvidas que possam surgir sobre o tema”, concluiu a nota.

Fonte: Veja

Atenção Corredores: Circuito Beneficente Óticas Winnikes – Inscreva-se!!!

Dia 08 de março acontecerá a Etapa Fenix do Circuito Beneficente Óticas Winnikes.

Participe!

Os corredores receberão um kit de qualidade com camiseta, gym bag, boné, e contarão com toda qualidade em infraestrutura.Teremos kit fruta, isotônico para os corredores, medalha finisher e cronometragem com chip descartável.

Parte das inscrições serão destinadas para a Associação Fenix que realiza um trabalho muito relevante em nossa Cidade.

Realize sua inscrição até o dia 28 de fevereiro e garanta a inscrição no valor do primeiro lote.
Inscrições pelos sites:

Escolha o site, faça sua inscrição.
Seja um campeão de solidariedade e venha correr com a gente.

ATT00001 (1)

Abuso sexual de crianças e adolescentes como crime hediondo

A exploração sexual de criança, adolescente e vulnerável poderá ser incluída no rol de crimes hediondos, para os quais não há a possibilidade de pagamento de fiança e cujas penas são cumpridas em regime fechado e com tempo maior para a progressão de regime.

A punição mais severa para esse crime está prevista no projeto (PLS 243/2010) aprovado na quarta-feira, 12 de fevereiro, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O relator, senador Magno Malta (PR-ES), elogiou a iniciativa do autor da proposição, Alfredo Nascimento (PR-AM), por considerar a exploração sexual de menores uma grave violação dos direitos humanos, que muitas vezes leva à destruição de valores básicos das vítimas e ao favorecimento do ingresso na criminalidade.

Ele explica que a forma como esse crime é tratado na legislação em vigor impede uma punição adequada dos agentes de exploração sexual de crianças e adolescentes, o que será possível com a inclusão do delito na Lei dos Crimes Hediondos (Lei 8.072/1990).

 
“Vulnerável”

Em emenda ao texto, Magno Malta incluiu o conceito de “vulnerável”, ao lado de criança e adolescente, como vítima de exploração sexual como crime hediondo. O Código Penal classifica como vulnerável a pessoa “que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato”.
Ele também sugeriu mudança para dar ao projeto o alcance que as demais legislações dão ao assunto. Conforme emenda aprovada na CCJ, será incluído no rol de crimes hediondos o “favorecimento à prostituição ou outra forma de exploração sexual de criança ou de adolescente ou de vulnerável”.
A matéria poderá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para votação em Plenário.

Fonte: Em.com.br

Fenix Contrata

show

 Vaga para Psicólogo/a Sistêmico/a e para Auxiliar Administrativo Leia mais

Fênix realiza Coquetel de Agradecimento

A Associação Fênix promoveu um Coquetel de Agradecimento para os parceiros, amigos e colaboradores da instituição no dia 16 de dezembro. O evento ocorreu no Restaurante Di Piú, e celebrou o empenho, dedicação e colaboração de todos que ajudaram a Fênix a realizar sua missão durante o ano de 2013.

Confira as fotos do Coquetel:

Coquetel de agradecimento a Parceiros, Amigos e Colaboradores

A Associação Fênix promoverá um Coquetel de agradecimento para Parceiros, Amigos e Colaboradores no dia 16 de dezembro, às 20 horas, no Restaurante Di Piú – localizado na Rua Augusto Stresser, nº 275, no Alto da Glória. O evento celebra o empenho, dedicação e colaboração de todos que contribuíram com a Fênix durante o ano de 2013.

Confira o convite:

convite fenix

Carta da Ministra Gleisi Hoffmann

Confira carta em resposta ao convite para o II Seminário Ações pela VidaCarta Ministra Gleise Hoffman

Seminário – Lista de Selecionados

Clique aqui e confira a lista de selecionados para o II SEMINÁRIO AÇÕES PELA VIDA

Solicitamos àqueles que não estiverem na lista para entrar em contato com a nossa equipe  (41 3082-8018 / 3353-8017 administrativo@fenixacoespelavida.org.br)

Solicitamos também que dos inscritos, quem por alguma razão não puder mais participar do Seminário, favor avisar para repassarmos a vaga.

OS SELECIONADOS QUE NÃO FORAM CONTEMPLADOS COM PASSAGEM AEREA, DISPONIBILIZAMOS ABAIXO MODELO DE SOLICITAÇÃO DE APOIO DE PASSAGENS.

II Seminário Ações pela Vida

 II SEMINÁRIO AÇÕES PELA VIDA

Crianças, adolescentes, jovens e familiares vivendo e convivendo com HIV/AIDS. 

Seminário realizado de 03 a  06 outubro  de 2013, em Curitiba

 

Este seminário é considerado um momento privilegiado de discussão, formação, articulação e integração de adolescentes, jovens, familiares que vivem com HIV e AIDS e instituições e agentes que trabalham com a temática do viver com HIV e AIDS, tendo como principais objetivos: garantir um espaço para a interlocução, troca e avaliação de experiências entre adolescentes e jovens vivendo com HIV e AIDS, familiares, profissionais e lideranças comunitárias envolvidas na luta contra a AIDS, de todo o Brasil; contribuir para que os jovens descubram possibilidades de atuação frente aos desafios locais e que possam conhecer e se articular com outros jovens, e sensibilizar e instrumentalizar adolescentes e jovens vivendo com HIV e AIDS, lideranças comunitárias, familiares e profissionais participantes do evento, dentro de uma perspectiva coletiva, para a promoção, garantia e defesa de direitos humanos.

 

Público: adolescentes e jovens vivendo com HIV; adolescentes e jovens convivendo com HIV; cuidadores/as;  técnicos/as;  gestores de políticas públicas ; parceiros.

Programação

Leia aqui os Critérios para sua participação!

Inscrições

Ficha de autorização (apenas para os já inscritos)

 

Confira a lista de selecionados