Associação Fenix recebe prêmio na 5ª edição do Prêmio ODM Brasil

Nesta quinta-feira (3/4) foram definidos os 30 projetos e iniciativas de prefeituras e organizações da sociedade civil vencedoras da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil. A escolha dos premiados foi feita por um júri composto por 16 especialistas de todo o país, após reunião realizada na Escola Nacional de Administração Pública (Enap). As práticas vencedoras da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil são as seguintes:

 

ORGANIZAÇÕES SOCIAIS 

 

Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) / Pentecoste (CE) 

  • Prática: Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER)

Associação Bujaruense dos Agricultores e Agricultoras (ABAA) / Bujaru (PA)

  • Prática: Esperança Verde

Cooperativa Oestebio / São Miguel do Oeste (SC)

  • Prática: Inclusão Produtiva, Combate à Fome e à Miséria

 Instituto Cultural e Ambiental Rosa e Sertão / Chapada Gaúcha (MG)

  • Prática: Projeto Turismo Ecocultural de Base Comunitária no Mosaico Sertão Veredas-Peruçu

Núcleo Incubador de Empresas de Pindorama / Coruripe (AL)

  • Prática: Projeto de Impulsão e Fortalecimento dos Micros e Pequenos Negócios de Pindorama

Associação Caatinga / Fortaleza (CE)

  • Prática: Projeto No Clima da Caatinga

Associação Concern Universal Brasil / João Pessoa (PB)

  • Prática: Projeto Mulheres Rurais: Autonomia e Empoderamento no Cariri Paraibano

Associação da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú / Flores (PE)

  • Prática: Rede de Mulheres para a Comercialização Solidária

Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso / Cuiabá (MT)

  • Prática: Mais Música, Mais Leitura, Mais Esperança

Associação Fênix / Curitiba (PR)

  • Prática: Programa de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Paca)

Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro / Curitiba (PR) 

  • Prática: Setor de Educação e Cultura do Hospital Pequeno Príncipe (Educ)

Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador (Cetra) / Fortaleza (CE)

  • Prática: Rede de Agricultores (as) Agroecológicos (as) do Território da Cidadania Vales do Curu e Aracatiaçu

Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata (CTA-ZM) / Viçosa (MG) 

  • Prática: Projeto Mulheres e Agroecologia em Rede

Cooperativa de Trabalho do Acre (Cootac) / Rio Branco (AC) 

  • Prática: Projeto Construção Participativa e Sustentabilidade Hídrica

Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese) / Salvador (BA) 

  • Prática: Programa Ação para Crianças

Fundação Amazonas Sustentável (FAS) / Manaus (AM) 

  • Prática: Programa Bolsa Floresta

Fundação Social Raimundo Fagner / Fortaleza (CE) 

  • Prática: Projeto Aprendendo com Arte

Grupo Curumim – Gestação e Parto / Recife (PE)

  • Prática: Inclusão e Reconhecimento das Parteiras Tradicionais ao Sistema Único de Saúde

Grupo de Apoio às Comunidades Carentes / Fortaleza (CE) 

  • Prática: Projeto Educação Integrada

Instituto Crescer – Movimento Cidadania e Juventude / Itajaí (SC) 

  • Prática: Projeto Crescer Conversando com Adolescentes

Seju/Penitenciária Estadual de Maringá / Maringá (PR) 

  • Prática: Visão de Liberdade

Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) / Rio de Janeiro (RJ)

  • Prática: Adapta Sertão – Tecnologias Sociais de Adaptação à Mudança Climática

Instituto de Educação Portal (IEP) / Pacajus (CE) 

  • Prática: Projeto Transformando Vidas Através da Educação Integral

 

PREFEITURAS 

 

Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim (ES) 

  • Prática: Formalização dos Pequenos Negócios e Apoio ao Empreendedor Individual

Prefeitura de Governador Valadares (MG) 

  • Prática: Escola em Tempo Integral

Prefeitura de Maracanaú (CE)

  • Prática: Rede de Segurança Alimentar e Nutricional: A Garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada em Maracanaú

Prefeitura de Novo Hamburgo (RS) 

  • Prática: Programa Catavida

Prefeitura de Rio Branco (AC) 

  • Prática: Projeto de Gestão Compartilhada da Produção de Composto Orgânico

Prefeitura de Vitória da Conquista (BA) 

  • Prática: Redução da Transmissão Vertical do HIV

Prefeitura de Rio Branco (AC) 

  • Prática: Acompanhamento das Crianças Menores de Um Ano Nascidas no Município de Rio Branco

 

5ª edição – Nesta edição, o Prêmio ODM Brasil recebeu 1.090 práticas inscritas – sendo 804 de organizações e 286 de prefeituras. Do total das inscrições, 65 práticas foram pré-selecionadas e visitadas in loco por um Comitê Técnico integrado por representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Enap. A avaliação foi baseada nos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; caráter inovador; possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados. Das 65 iniciativas pré-selecionadas, cinco são da região Centro-Oeste, 19 do Nordeste, nove do Norte, 21 do Sudeste e 11 do Sul. Em relação aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio contemplados, as práticas dividem-se da seguinte forma: Objetivo 1 (14 iniciativas), Objetivo 2 (11 iniciativas), Objetivo 3 (9 iniciativas), Objetivo 4 (3 iniciativas), Objetivo 5 (5 iniciativa), Objetivo 6 (5 iniciativas), Objetivo 7 (11 iniciativas), Objetivo 8 (7 iniciativas).

O júri de especialistas é composto pelas seguintes personalidades: Ademar Kyotoshi Sato, Aldalice Moura da Cruz Otterl, Ana Maria Medeiros da Fonseca, Dalberto Adulis, Demetrius Demetrio, Denise Dourado Dora, Fernanda Lopes, Márcio Lopes Correa, Marcos Magano Frota, Maria Betânia Ávila, Maria do Socorro de Souza, Maria Emília Lisboa Pacheco, Maristela Marques Baioni, Patrus Ananias de Sousa, Sérgio Francisco Piola, e Suely Mara Vaz Guimarães.

Seminários – Nesta 5ª edição foram realizados seminários em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, além de seminários regionais, com o objetivo de estimular gestores públicos, organizações sociais e a população em geral a desenvolver e inscrever projetos alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, disseminar a política de municipalização dos ODM e divulgar a 5ª edição do Prêmio ODM Brasil.

Prêmio ODM Brasil – O Prêmio é uma iniciativa pioneira no mundo e foi criado em 2004 com a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O Prêmio é coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e com o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade. A coordenação técnica do Prêmio é de responsabilidade do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A cerimônia de premiação dos 30 contemplados acontecerá no dia 23 de maio, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília.

Fonte: Secretaria-Geral da Presidência da República

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *